Palestra Violência Além da Agressão Física

Palestra além da agressão física em mogi mirim

Nos dias 25 e 27 de março, em comemoração ao mês da mulher, ocorreu uma palestra com um tema mais que atual. A Palestra Violência Além da Agressão Física, realizada pela psicanalista Mirian Fernanda e pela Prof. de Hapkido Patrícia Cardoso, trouxe uma abordagem instigante sobre temas como os tipos de violência contra a mulher e defesa pessoal.

Quando falamos em violência contra a mulher, imaginamos primeiramente em violência física e sexual. Mas não é só isso. Para uma agressão chegar a esse ponto, por muito tempo houve um conjunto de violência psicológica que atingiu a mulher, muitas vezes, sem perceber.

Violência Social

Além disso, há outro tipo de violência que passa despercebido: a violência social. Esta é carregada de preconceitos e crenças limitantes que perpassam o inconsciente coletivo com frases feitas e piadas que, disfarçadamente, desmerecem o ser mulher.

Na palestra, também, chamamos a atenção para o Dia Internacional da Mulher, 8 de março. Hoje é considerado um dia comercial, cheio de homenagens para se dar flores e bombons. Quando, na verdade, esse é um dia histórico para se lembrar do triste 25 de março de 1911, quando uma fábrica de tecidos em Nova Iorque foi incendiada e 145 pessoas morreram queimadas, sendo a maioria mulheres. Cerca de 50 anos antes várias ações em defesa do voto feminino e igualdade de direitos trabalhistas eram reivindicadas pelas mulheres. O Dia da Mulher nasceu em rememoração a essa luta e à tragédia. É um dia histórico, social e político da luta da mulher que um dia quis dizer: Chega! Não somos menos que ninguém!

Cercas piadinhas podem parecer engraçadas em um grupo de amigos, porém, muitas vezes não se pensa como isso fere uma mulher. A palestra foi para chamar as mulheres à consciência e à ação.

Além disso, outro aspecto importantíssimo é a realidade da violência física e sexual contra a mulher. E para isso, na palestra, informamos dados úteis como o endereço e telefone da delegacia da mulher em Mogi Guaçu e Mirim e o 180, número no qual podem ser feitas denúncias anônimas. Os dados serão colocados no fim desse texto.

Hapkido e Defesa Pessoal

E para finalizar nossos dois dias esplendorosos e cheio de debate entre as mulheres, nós falamos da importância da defesa pessoal para a mulher diante de uma sociedade violenta como a nossa. Trouxemos o Hapkido como opção de arte marcial que pode ajudar as mulheres nesse treinamento. É claro que uma aulinha prática não podia faltar no final.

Esse evento foi realizado no Espaço Terapêutico Mirian Fernanda. Bimestralmente ela oferece palestras gratuitas somente para mulheres, é o Papo de Mulher e o Café com Elas. O espaço terapêutico encontra-se na Ladeira São Benedito, 28, Mogi Mirim. Você pode marcar consulta com a psicanalista Mirian pelo telefone (19) 99899-4666.

Informações úteis

Delegacia da Mulher em Mogi Mirim
Rua Doutor Jorge Tibiriçá, 342 – Centro
(19) 3806-2445 | 3806-3999 | 3806-4514

Delegacia da Mulher em Mogi Guaçu
Rua Nove de Abril, 917 – Centro
(19) 3891-3131 | 3831-7344

Disk Denúncia – 180
Email: ligue180@mdh.gov.br
Aplicativo: proteja brasil
Site: https://mdh.gov.br/mdh/ligue180

Confira mais notícias de Blog e saiba mais sobre o Hapkido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *